Música melhora humor

Imagine estar ao lado de uma cachoeira, deitado sob as rochas, com os olhos fechados, sentindo o frescor do vento e ouvindo o som da cascata. Que sensação isso lhe causa? A música não só nutri a alma, é uma terapia confirmada. Vários estudiosos de música, terapeutas e pesquisadores têm validado os efeitos benéficos da música no combate a dor e ansiedade, na melhora do humor, no estimulo para o exercício físico e na sensação de felicidade.

Isso acontece porque a música possui grande influencia neuropsicológica, com fácil acesso à afetividade, comando de impulsos, emoções e estímulos. Quando chegam aos ouvidos, os sons são transformados em impulsos que se movem até o tálamo, local do cérebro considerado central para as emoções. Os impulsos cerebrais causados pela música afetam o corpo todo e podem ser detectados por técnicas de escaneamento cerebral (GASPARINI, 2003).

Uma pesquisa publicada pela Universidade da Califórnia constatou que pessoas que romperam o namoro ou estão passando por situações difíceis consumem mais músicas tristes, pois auxilia na superação da fase ruim. A escolha por determinados estilos musicais entra em harmonia com o estado de humor, isso é atestado na pesquisa realizada com 167 pessoas pela Universidade de Missouri. Esse estudo foi feito com dois tipos de músicas diferentes, uma mais alegre e outra mais sombria, e constatou que uma música otimista pode impulsionar o estado de espírito. No decorrer de duas semanas, quem escutou a música mais alegre sentiu sensação de felicidade e quem ouviu a mais sombria não teve sentimento de satisfação.

Vale lembrar que “O efeito da música no cérebro ou corpo depende, em partes, de seu gênero”, disse o professor de psicologia da ReyersonUniversity, Frank A. Russo, ao Yahoo Health, depende do quanto se gosta ou não dela. “Uma pessoa que é fã de metal provavelmente será capaz de ver uma série de emoções em uma música que os outros acham agressiva”, conta.

A música atinge o centro de prazer do cérebro, libera dopamina e provoca uma sensação de bem estar. Por isso está sendo comumente usada por médicos e terapeutas como tratamento de diversos problemas, onde os próprios pacientes tocam os instrumentos musicais, auxiliados pelos profissionais. A musicoterapia melhora a qualidade de vida e atinge de crianças a adultos, proporcionando a reabilitação física, mental e social de pessoas de todas as idades. A música é capaz de mudar a sua percepção de vida. Aperte o play.

Referências:

GASPARINI, G. Musicoterapia usa identidade musical para ativar cérebro. Equilíbrio e saúde, 2003.

Portal G1. Música acalma, estimula a memória e alivia dores. Disponível em: http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2013/06/musica-acalma-ajuda-na-atividade-fisica-e-tambem-pode-aliviar-dores.html . Acesso em: junho de 2013.

Portal Yahoo Health. O que acontece com seu cérebro quando você escuta música. Disponível em: https://br.vida-estilo.yahoo.com/o-que-acontece-com-o-190005481.html  . Acesso em: novembro de 2015.

Portal Mente Cérebro. Música animada ajuda a melhorar humor. Disponível em: http://www2.uol.com.br/vivermente/noticias/musica_animada_ajuda_a_melhorar_o_humor.html>. Acesso em: junho de 2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s